politica

Projeção no edifício do Congresso Nacional lembrará vítimas do Holocausto

Em 2019, o Congresso também participou da campanha Dia do Holocausto e do Heroísmo Marcos Oliveira/Agência Senado

A frase “Holocausto nunca mais” será projetada na noite desta segunda-feira (20) no Anexo 1 do Senado em memória dos seis milhões de judeus exterminados pelo nazismo. Na torre da Câmara, ao mesmo tempo, poderá ser lida a frase “Solidariedade salva vidas”, uma mensagem de esperança para o país no momento da pandemia da covid-19, provocada pelo novo coronavírus.

A projeção, das 19h15 às 23h15, foi solicitada pelo senador Jaques Wagner (PT-BA) e faz parte de ação da Confederação Israelita do Brasil (Conib) para lembrar o Dia do Holocausto e do Heroísmo (“Yom HaShoá VehaGvurá”, em hebraico). Este é o terceiro ano em que o Congresso Nacional participa da iniciativa. A primeira projeção, em 2018, foi solicitada pelo senador Davi Alcolumbre, atual presidente do Senado.

Para o presidente da Conib, Fernando Lottenberg, neste momento de sofrimento e incerteza, referindo-se à pandemia, é importante lembrar como gestos de solidariedade durante o nazismo salvaram vidas inocentes.

— O Holocausto foi um acontecimento terrível e único na história da humanidade. A memória do extermínio de seis milhões de judeus é fundamental não só para dignificar as vítimas do nazismo, mas também para alertar a todos contra a intolerância — afirma Lottenberg.

A projeção será feita pela empresa R Design Comunicação Visual, contratada pela Conib. O carro com o projetor ficará a 300 metros do Palácio do Congresso Nacional, em frente à Alameda das Bandeiras. Durante a projeção, os holofotes externos ficarão apagados para não ofuscar a projeção.

Fonte: Agência Senado