Início Interior Projeto Viveiro Cidadão: Oportunidade para jovens agricultores

Projeto Viveiro Cidadão: Oportunidade para jovens agricultores

Quando a estudante, Ana Lúcia Cardoso Martins de 18 anos, filha de agricultores familiares...

Projeto Viveiro Cidadão: Oportunidade para jovens agricultores ORondoniense
Projeto Viveiro Cidadão: Oportunidade para jovens agricultores ORondoniense

Quando a estudante, Ana Lúcia Cardoso Martins de 18 anos, filha de agricultores familiares, ouviu falar sobre o projeto Viveiro Cidadão, viu não só uma oportunidade de aplicar o que aprendeu na escola, mas também uma forma de melhorar a propriedade localizada em Pimenta Bueno onde vive com sua família.

Ana Lúcia cursa o terceiro ano em Agroecologia na Escola Abaitará. Prestes a concluir o curso a jovem irá implantar uma área de 1.5 hectares de Sistema Agroflorestal e enriquecimento florestal com espécies apícolas.

O interesse surgiu quando técnicos da Ecoporé visitaram a escola e apresentaram a oportunidade de apoio oferecido pelo Projeto Viveiro Cidadão, patrocinado pela Petrobras, para implantação de sistemas produtivos de baixo carbono por jovens nas propriedades rurais familiares, agregando valores sociais e perspectivas de trabalho no meio rural.

Para Ana Lúcia esta é uma oportunidade de produzir sem agredir o meio ambiente.“Eu tenho em minha propriedade duas áreas que quero utilizar com apoio do projeto, uma em que eu vou plantar os Safs que é para diversificar a cultura, e eu também quero implantar espécies apículas na minha outra área que é uma área de florestas que não está totalmente preservada, mas eu quero recuperar. E se não fosse o Viveiro Cidadão e os técnicos me incentivando nada disso poderia se tornar realidade”.

Assim como Ana Lúcia, outros 15 jovens agricultores entre 16 e 27 anos, aderiram ao projeto que irá contribuir na implantação de 33 hectares de áreas em sete municípios atendidos pelo Viveiro Cidadão. Os jovens já fizeram a seleção de espécies frutíferas e/ou florestais e estão recebendo as mudas, insumos e o apoio técnico necessário que será realizado até o final do projeto que se encerra em setembro de 2019.

Comunicação Ecoporé