Connect with us

Hi, what are you looking for?

Rondônia

Prorrogada para 31 de março a vigência de benefícios fiscais

Apesar dos tempos tão desafiadores, é notório o destaque do crescimento econômico de Rondônia, em especial o setor agropecuário, base da economia do Estado. O resultado positivo é fruto dos esforços do Governo de Rondônia, por intermédio da Secretaria de Estado de Finanças (Sefin) para fortalecer ainda mais o setor produtivo local.

A prorrogação de benefícios fiscais para 31 de março, por meio do Convênio – ICMS 133/20, que isenta do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) a maioria dos insumos agropecuários em operações internas no Estado de Rondônia e reduz a base de cálculo na remessa para operações com outros estados da federação, vem ao encontro dessa visão, potencializando a economia, sem prejudicar a arrecadação estadual.

Ao tempo em que se prorroga o benefício para o desenvolvimento da produção agropecuária, o Poder Executivo prossegue na busca do aumento do desenvolvimento industrial do setor produtivo, a fim de gerar emprego e renda para a população.

CRESCIMENTO ECONÔMICO DO ESTADO

Alicerçado numa forte demanda, a expansão da atividade agropecuária proporcionou o aumento da arrecadação do Estado neste ano de 2020. Assim como no caso do setor primário de Agricultura, que obteve crescimento de 39%, superior ao de 2019. Outro destaque foi o setor da pecuária, que compreende a parte de frigoríficos e laticínios, com aumento de 19%, comparado a 2019. De acordo com o coordenador geral da Receita Estadual, Antônio Carlos Alencar do Nascimento, a evolução nos percentuais comparados ao ano passado só ratifica e potencializa a vocação principal do desenvolvimento e da industrialização do Agronegócio de Rondônia.

“É muito significativo o desempenho da economia do Estado, bem como sua arrecadação que cresceu 5,86% em 2020 comparado ao ano passado. Importante salientar que, apesar do cenário pandêmico, o Estado teve o cuidado de não onerar a atividade do Agronegócio e não fechou o setor da indústria animal, com isso a pauta do Estado de Rondônia permaneceu ilesa. E assim permitiu-se o movimento contínuo de exportação e riqueza no campo”, observou.

A decisão governamental em manter o olhar atento para o campo permitiu que o pilar do Agronegócio rondoniense não fosse abalado.

O desempenho da economia do Estado, bem como sua arrecadação cresceu 5,86% em 2020

O coordenador da Receita Estadual ressalta também que além dos benefícios ao setor produtivo, o Governo do Estado teve maior sensibilidade ainda com a atividade comercial, pois, apesar da necessidade de elevação dos gastos estatais por conta da pandemia, foram feitas diversas prorrogações de vencimentos de tributos e anistia sobre juros e multas devidos para todos os contribuintes de ICMS em Rondônia, que inevitavelmente foram afetados pela conjuntura econômica que ainda abala todo o país.

Sinaliza com isso o Estado, que o atrativo de crescimento do desenvolvimento industrial do setor agropecuário, bem como o apoio incondicional ao pequeno e médio produtor, sempre será um norte de visão e anseio.

Antônio Carlos finalizou sua análise afirmando que o apoio ao setor produtivo com os benefícios fiscais concedidos resulta, por fim, na diminuição de preços dos diversos produtos alimentícios comercializados nos supermercados, colaborando assim para a política social de atendimento às camadas menos favorecidas da população.

O Convênio 100/97, vigente desde 1997 e prorrogado agora pelo Convênio 133/2020, é de suma importância para o setor do Agronegócio para diversos estados. Para mais informações sobre dados específicos deste Convênio, basta acessar o site do Confaz (https://www.confaz.fazenda.gov.br/legislacao/convenios/1997/CV100_97).

Já os dados referentes às diversas medidas adotadas pela Secretaria de Estado de Finanças para o enfrentamento da pandemia causada pela Covid-19 estão disponíveis nos boletins da Receita Estadual, no site da Sefin (https://www.sefin.ro.gov.br/conteudo.jsp?idCategoria=612).

Fonte
Texto: Jaqueline Malta
Fotos: Jaqueline Malta e Daiane Mendonça
Secom – Governo de Rondônia

Faça um comentário

Você pode gostar

Capital

Fundado oficialmente apenas em 1914, o bairro Triângulo é o mais antigo de Porto Velho, abrigava os trabalhadores da Estrada de Ferro Madeira Mamoré,...

Capital

Realizado nesta quarta – feira (07), um leilão na B3 (Bolsa de Valores de São Paulo), na qual foram leiloados 22 aeroportos em 12...

Capital

Profissionais de saúde que estão em atividade nas unidades médico-hospitalares públicas e privadas que atendem pacientes diagnosticados com a Covid-19 continuam sendo imunizados pela...

Rondônia

O avanço da covid-19 mantém Rondônia ainda em situação crítica para doença e a população precisa ficar atenta às restrições implementadas pelo Governo de...