politica

PSDB e DEM se unem em “núcleo independente” na Câmara

Sem se assumir como governo e distantes da oposição, partidos se uniram para defender agenda em comum e nome para suceder Maia

A aliança do Centrão com o presidente Jair Bolsonaro criou um novo desenho político na Câmara dos Deputados. Sem se assumir como base aliada do governo e distantes da oposição, partidos como DEM e PSDB se uniram para defender uma agenda em comum e também discutem um nome de consenso para a sucessão do deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ) na presidência da Casa.