Brasil

Regina Duarte tem ataque de fúria e abandona entrevista ao vivo

Regina não gostou de 'cobrança' ao vivo e abandonou entrevista (foto: Reprodução/CNN Brasil)

Secretária Especial da Cultura falava com a CNN Brasil, até que se recusou a ouvir um apelo da também atriz Maitê Proença, dizendo que jornalistas estavam ‘desenterrando mortos’

A entrevista que a Secretária Especial da Cultura, Regina Duarte, concedeu à CNN Brasil no começo da noite desta quinta-feira (7) terminou em confusão. Isso porque a atriz se recusou a ouvir um apelo da colega Maitê Proença e passou a acusar os jornalistas de estarem ‘desenterrando mortos’, alegando que o vídeo era de dois anos atrás. Após o episódio, Regina abandonou a exclusiva.

Regina conversava, em Brasília, com o repórter Daniel Adjunto, que começou abordando temas relacionados ao governo na entrevista. No entanto, numa determinada parte da conversa, a CNN Brasil exibiu um apelo de Maitê Proença, que reivindicava melhorias para a classe artística, dizendo que os atores ‘tinham sido esquecidos pelo atual governo’. Antes mesmo da fala começar, a Secretária já demonstrava reprovação.
“Acho isso baixo nível. Vai botar uma fala…”, disse Regina, tendo o áudio cortado para a exibição do vídeo de Maitê.
No entanto, a tela ficou dividida entre o vídeo de Maitê e a imagem de Regina Duarte. A chefe da pasta da Cultura continuou fazendo gestos de reprovação e chegou até a tirar o fone enquanto sua colega de classe artística falava. Enquanto isso, Daniel Adjunto tentava acalmar Regina.
Aparentemente, o vídeo não foi exibido na íntegra. Após o áudio voltar para Regina, ela começou a desabafar. “Obrigada. Precisei dar um chilique aqui. Desculpem, telespectadores”.
Foi quando os âncoras Reinaldo Gottino e Daniela Lima começaram a tentar justificar a exibição do vídeo, afirmando que era uma reivindicação da classe artística. Regina, mais uma vez, mostrou descontentamento com a atitude.
“Ah, para quê? Estão desenterrando a mensagem da Maitê para quê. Quem é você? Está desenterrando uma fala de dois meses atrás. Desculpa”, declarou a Secretária Especial de Cultura.
Os âncoras rebateram Regina, dizendo que o vídeo havia sido gravado e enviado nesta quinta por Maitê. Neste momento, Daniel Adjunto tenta apaziguar o ânimo de Duarte, agradecendo pela entrevista, mas ela continuou desabafando em rede nacional.
“Eu tinha tanta coisa para falar, mas vocês estão desenterrando mortos. Vocês estão carregando um cemitério nas costas. Vocês estão cansados. Fiquem leves”, afirmou Regina.
Daniela Lima respondeu do estúdio. “Não estamos desenterrando mortos. Neste momento, estamos enterrando milhares de brasileiros, inclusive colegas seus”, disparou a âncora.
Neste momento, é possível ouvir uma pessoa ao fundo da sala em que se encontrava o repórter da CNN Brasil e Regina Duarte, dizendo que era ‘falta de respeito’ e se havia acabado a entrevista. Mais uma vez, a Secretária tomou a palavra.
“Achei que era uma entrevista com você, Daniel (Adjunto, repórter da CNN Brasil). Mas entraram umas pessoas e começaram a desenterrar mortos”, concluiu.
Após a imagem voltar em definitivo para o estúdio, Reinaldo Gottino seguiu a linha de Daniela Lima e rebateu a frase de Regina Duarte.
“Maitê não está morta. Ela gravou e enviou esse vídeo para que a Regina desse uma resposta a classe dela. Uma fala tranquila, inclusive, para que ela dialogasse com a classe.”
Veja uma parte do momento do desentendimento

Estado de Minas