Connect with us

Hi, what are you looking for?

Capital

Rio Madeira segue em cota de atenção, mas sem alagamentos em Porto Velho

Rio Madeira em Porto Velho está dentro da normalidade para esta época do ano, diz CPRM — Foto: Jônatas Boni/G1

G1/RO – O rio Madeira segue em cota de atenção em Porto Velho, mas a Defesa Civil ainda não registrou pontos de alagamentos na área urbana e rural da capital. Nesta quarta-feira (17), a régua marcou um nível de 14,20 metros, em média. A cota de inundação/transbordamento é de 17 metros.

Na última terça feira (16), o nível na capital ficou em 14,63 metros, quase um metro abaixo do registrado na mesma data no ano passado, e quase dois a menos dos 16,22 registrados no ano de 2019.

Agências que monitoram o rio apontam 2021 com uma média tranquila e, por enquanto, é descartado risco de inundação na capital.

“Isso é resultado do rio Madeira ter saído de um período seco, muito severo. Em novembro do ano passado ele estava em um nível super baixo, já em dezembro e janeiro houve chuva acima da média, e fez com que o nível da água chegasse muito próximo do comportamento esperado para o rio nesse começo de ano”, diz Marcus Sussuarana, pesquisador em geociência da Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais (CPRM).

A Defesa Civil de Porto Velho tem monitorado também o comportamento do rio e afirma que está tudo dentro do esperado.

“Fomos até o médio madeira verificar algumas comunidades, para ver se tinha alguma estrada alagada, mas não havia nenhuma. No baixo Madeira também não há registro de alagamento em comunidades, nem no alto Madeira (sentido Acre). Está tudo tranquilo”, afirma Rogério Félix, gerente de minimização em desastres.

Em 53 anos de monitoramento e estudos, o CPRM traça anualmente a chamada média histórica, que serve como base para os prognósticos futuros. O pico da cheia do rio é final de março, mas este ano ele não deve chegar na cota de transbordamento, de 17 metros.

“Se a gente pegar todos os cenários futuros de chuva, mesmo considerando acima da média para fevereiro e março, a probabilidade do rio superar a cota de 17 metros é muito baixa”, afirma Marcus Sussuarana.

G1/RO

Faça um comentário

Você pode gostar

Capital

Fundado oficialmente apenas em 1914, o bairro Triângulo é o mais antigo de Porto Velho, abrigava os trabalhadores da Estrada de Ferro Madeira Mamoré,...

Capital

Realizado nesta quarta – feira (07), um leilão na B3 (Bolsa de Valores de São Paulo), na qual foram leiloados 22 aeroportos em 12...

Capital

Profissionais de saúde que estão em atividade nas unidades médico-hospitalares públicas e privadas que atendem pacientes diagnosticados com a Covid-19 continuam sendo imunizados pela...

Brasil

Falta de matéria-prima importada ameaça fabricação de imunizantes contra a covid no país. IFA que chegaria esta semana para o Butantan só desembarca na...