Connect with us

Hi, what are you looking for?

Destaques

Rondônia está entre os cinco estados com o gás de cozinha mais caro do país

Dados são da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), apontam que o preço médio do gás (13 quilos) no estado de Rondônia subiu 1,33% nas últimas duas primeiras semanas de fevereiro.  Desde junho do ano passado, o valor médio do botijão de gás vem aumentando, e a diferença chega a mais de R$ 10.

Rondônia já é um dos cinco estados com o botijão mais caro do pais.

Em janeiro deste ano o botijão chegou a custar R$ 90,51, em média, no estado rondoniense. Já neste mês de fevereiro a botija passou a custar R$ 91,72.

Em fevereiro, os estados com as botijas de gás mais cara do pais, são:

  1. Amapá: R$ 98,22
  2. Mato Grosso: R$ 97,47
  3. Acre: R$ 97,14
  4. Roraima: R$ 97,08
  5. Rondônia: R$ 91,72

Em Rondônia, a pesquisa foi feita em 58 estabelecimentos e o menor valor encontrado no mercado em fevereiro é R$ 85, enquanto o botijão mais caro custa R$ 99 (nas cidades pesquisadas).

Motivo do aumento

A Petrobras, no mês de janeiro, anunciou que será elevado em 6% o preço do gás liquefeito de petróleo (GLP), conhecido como gás de cozinha. Com o reajuste, o valor praticado pela Petrobras irá a R$ 35,98 por 13kg.

Em nota, a empresa reiterou que desde novembro de 2019 igualou os preços de GLP para os segmentos residencial e industrial/comercial, e que o produto é vendido pela Petrobras às distribuidoras a granel.

“Por sua vez, as distribuidoras são as responsáveis pelo envase em diferentes tipos de botijão e, junto com as revendas, são responsáveis pelos preços ao consumidor final”, frisou a Petrobras.

Faça um comentário

Você pode gostar

Capital

Fundado oficialmente apenas em 1914, o bairro Triângulo é o mais antigo de Porto Velho, abrigava os trabalhadores da Estrada de Ferro Madeira Mamoré,...

Capital

Realizado nesta quarta – feira (07), um leilão na B3 (Bolsa de Valores de São Paulo), na qual foram leiloados 22 aeroportos em 12...

Capital

Profissionais de saúde que estão em atividade nas unidades médico-hospitalares públicas e privadas que atendem pacientes diagnosticados com a Covid-19 continuam sendo imunizados pela...

Rondônia

O avanço da covid-19 mantém Rondônia ainda em situação crítica para doença e a população precisa ficar atenta às restrições implementadas pelo Governo de...