Connect with us

Olá, tudo bem? O que você está pesquisando?

Rondônia

Rondônia promove o etnoturismo por meio de visitas técnicas nas comunidades indígenas

O Governo de Rondônia, por meio da Superintendência Estadual de Turismo (Setur), realizou durante a semana, visitas em aldeias da comunidade indígena Surui, em Cacoal, para promover o etnoturismo e evidenciar as raízes da região. A visita aproxima a comunidade indígena Surui, que já trabalha com a receptividade turística.

Comunidade debate sobre plano estratégico de turismo nas aldeias

Locais, culinária, história e cultura. O turismo como um todo diz muito sobre uma região. As raízes históricas, muitas vezes esquecidas, podem ser resgatadas. Com o objetivo de desenvolver um planejamento estratégico para fluxo turístico dentro das comunidades indígenas e destacar a identidade de Rondônia, a Setur tem visitado aldeias em Cacoal para aproximar e gerar investimentos no etnoturismo.

Membros do Conselho Municipal de Turismo de Cacoal e lideranças indígenas como o Cacique Almir Surui, se reuniram com o Superintendente da Setur, Gilvan Pereira, e debateram um plano estratégico em conjunto dentro das comunidades indígenas para fomentar o turismo.

Gilvan Pereira, comenta que “o turismo indígena traz o fortalecimento e o retorno de algo consolidado no Estado. A cultura indígena é uma característica fundamental do turismo de base comunitária. É o que leva o Estado a mostrar a sua identidade”, destaca o superintendente.

A gestora de projetos da Setur, Gisele Louise, afirma que “a visita técnica realizada é um reforço e complemento no trabalho que já tem sido feito pelas comunidades. A presença da Superintendência é fomentar ainda mais e garantir, com novas estratégias, a consolidação do etnoturismo”.

Aldeias visitadas pela Setur:

• Linha 11 Aldeia Lapetanha
• Linha 14 Aldeia Gabgir
• Linha 10 Aldeia Central
• Linha 10 Aldeia Iratana
• Linha 15 Aldeia Paybikeb
• Linha 09 Aldeia Pin Paiter

O povo Paiter Surui, com cerca de 2 mil indígenas, vive na Terra Indígena Sete de Setembro, localizada em uma região fronteiriça, ao norte do município de Cacoal (RO) até o município de Aripuanã (MT), e já utilizam a receptividade turística por meio do projeto desenvolvido pela Associação de Defesa Etnoambiental (Kanindé), junto com a Associação Metareilá do Povo Indígena Paiter Surui.

Gilvan Pereira e o Cacique Almir Surui, falam sobre o etnoturismo

A ambientalista e coordenadora do projeto da Kanindé, Ivaneide Bandeira, salienta a importância da presença do Governo de Rondônia no desenvolvimento turístico destas comunidades. “Nós ficamos muito felizes com essa parceria. Ter a Setur abraçando o turismo local é muito importante. São conexões com o setor empresarial, a comunidade e os indígenas nas aldeias, para que o turista desfrute das belezas e da convivência com os Paiter Surui”, comenta.

Dentro do projeto da Kanindé, em parceria com a Associação Metareilá do Povo Indígena Paiter Surui, a fase é de implementação. Devem ser construídos bangalocas e pontos de apoio aos turistas. Ivaneide reforça que a ideia de ter uma parceria com a Setur, faz parte do objetivo para fomentar o etnoturismo na região.

O gerente de Desenvolvimento Ambiental Indígena, da Coordenadoria de Povos indígenas (Copin), Rubens Naraikoe Surui, comenta que “a iniciativa da Setur reforça a importância de incluir o turismo indígena no turismo do Estado. É mostrar as potencialidades não só das riquezas da floresta, mas também do conhecimento e cultura dos indígenas, além da renda que será gerada para as comunidades, município e Estado”.

A Setur reforça o comprometimento em promover o turismo no Estado e garantir investimentos que fomentem esse setor.

SETUR

Faça um comentário

Você pode gostar

Brasil

    Na minha contínua necessidade de “ler o mundo”, um dos caminhos é a leitura de jornais. Essa “troca de ideias” com pessoas...

Brasil

Em 09 de julho de 2020 o senador Randolfe fez uma live com seus heróis médicos, que salvaram muitas vidas no Amapá usando um...

Contraponto

[Tendo em vista (i) o impacto dos acontecimentos recentes na França e (ii) a profundidade da análise feita por Theodore Dalrymple, peço licença a...

Destaques

Em 13 de setembro de 1943, foi criado o Território Federal do Guaporé, pelo então presidente do Brasil, Getúlio Vargas. A política do Estado...