Connect with us

Hi, what are you looking for?

Rondônia

Rondônia teve redução na criminalidade entre 2019 e 2020; os dados são do Governo

O Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado de Defesa, Segurança e Cidadania (Sesdec), divulgou nesta segunda-feira (4) dados que comprovam a redução no índice de roubos e furtos em 2020, se comparado com o mesmo período de 2019.

Segundo relatório da Sesdec, o roubo a pessoas no Estado teve queda de 25,2% entre janeiro e dezembro de 2019, quando totalizaram 20.115, e em 2020, 15.042, nesse mesmo período, resultando a diferença de 5.182 ocorrências a menos.

Outra redução foi quanto ao número de furtos e roubos de veículos. De acordo com os números computados pela Sesdec, o índice diminuiu de 5.111 para 3.930 (23,1%). No ano passado, a polícia recuperou 2.361 veículos roubados.

A análise comparativa da Sesdec também demonstra queda de 29% no furto de telefones celulares: de 5.119 para 3.632. Outros números constatados entre 2019 e 2020:

► Furto consumado: caiu de 23.431 para 18.249 (menos 22,2%);
► Roubo a residências: de 1.797 para 1.690 (-6%);
► Roubo consumado : caiu de 23.431 para 18.429 (-22,1%).
► Roubo a estabelecimentos comerciais: de 1.350 para 1.307 (-3,2%);
► Roubo a transporte coletivo: de 36 para 15 (-58,3%);
► Recaptura de foragidos: aumentou de 2.359 para 2.512 (+6,5%);
► Estupro e estupro de vulnerável: caiu de 1.256 para 1.108 (-11,8%);
► Homicídios: de 362 para 380 (+5%);
► Feminicídio: de 7 para 10 (42,9%);
► Lesão corporal (violência doméstica): de 4.029 para 4.309 (+6,9%);

Em agosto de 2020, o Governo Estadual entregou 301 novas viaturas para renovar a frota policial. Assim distribuídas: duzentas e nove para a PM, 64 para Polícia Civil, cinco para Corpo de Bombeiros Militar, 17 para Superintendência de Polícia Tecnico-Científica de Rondônia (Politec), e seis para o uso da Sesdec.

No final do ano, o governador Marcos Rocha comentou os investimentos em segurança pública, incluindo o conforto no transporte dos cães farejadores.

“Este ano ordenamos investimentos históricos na segurança: armamento pesado, veículos blindados e viaturas. Entregamos os primeiros veículos da história das corporações policiais adaptados aos nossos cães, e pela primeira vez temos condições de transportá-los adequadamente; agora eles chegarão mais fortes e descansados no combate à criminalidade!”.

“Aquartelados” no canil na Avenida Jatuarana, Bairro Cohab, esses cães valem pelo menos R$ 50 mil, calcula o Batalhão de Operações Especiais (Bope) da Polícia Militar.
O nariz de um cão farejador tem mais de três milhões de receptores olfativos. Em obediência à legislação própria dessa unidade, ao ser “aposentado”, ele é substituído, terá a garantia de um lar, preferencialmente, de integrantes da corporação militar.

SECOM

Faça um comentário

Você pode gostar

Capital

Fundado oficialmente apenas em 1914, o bairro Triângulo é o mais antigo de Porto Velho, abrigava os trabalhadores da Estrada de Ferro Madeira Mamoré,...

Capital

Realizado nesta quarta – feira (07), um leilão na B3 (Bolsa de Valores de São Paulo), na qual foram leiloados 22 aeroportos em 12...

Capital

Profissionais de saúde que estão em atividade nas unidades médico-hospitalares públicas e privadas que atendem pacientes diagnosticados com a Covid-19 continuam sendo imunizados pela...

Brasil

Falta de matéria-prima importada ameaça fabricação de imunizantes contra a covid no país. IFA que chegaria esta semana para o Butantan só desembarca na...