Connect with us

Hi, what are you looking for?

Capital

Sebrae e Governo de Rondônia formalizam Educação Empreendedora no Ensino Médio

O programa de Educação Empreendedora do Sebrae será aplicado para alunos da rede pública estadual do ensino médio em 2020. A iniciativa foi marcada pela assinatura de um Termo de Adesão do Governo do Estado, através da Seduc com o Sebrae, realizada esta semana (12) em Porto Velho.

O secretário de estado da Seduc, Suamy Lacerda firmou o compromisso pelo governo de Rondônia enquanto o diretor técnico do Sebrae, Samuel Almeida representou a instituição parceria dos Pequenos Negócios. Durante o ato, as equipes técnicas das duas entidades aproveitaram para analisar e planejar os detalhes da aplicação da metodologia ainda para este ano.

Serão cerca de 7 mil alunos beneficiados com a iniciativa, em um projeto piloto aplicado na região pólo de Porto Velho e municípios da região. Neste momento, a Seduc está trabalhando na escolha das unidades que participarão do projeto, a partir de critérios pré-estabelecidos definidos pela secretaria.

A educação empreendedora para o Ensino Médio está estruturada com o objetivo de colaborar para o desenvolvimento integral dos jovens, procurando estimular o protagonismo juvenil, sensibilizar e preparar os estudantes para os desafios do mundo do trabalho, instigando-os a identificarem oportunidades e planejarem seu futuro por meio de atitudes empreendedoras.

“A Educação empreendedora tem o poder de despertar nas pessoas os impulsos necessários que a sociedade precisa e o Governador Coronel Marcos Rocha avaliou como necessária e prioritária esta parceria com o Sebrae”, disse o secretário Suamy Lacerda.

A metodologia piloto a ser aplicada será o Crescendo e Empreendendo, com uma programação de 12 horas, cujo objetivo é provocar uma discussão com jovens sobre trabalho, negócio e empreendedorismo, para que ele conheça esse universo e se predisponha a identificar oportunidades por meio da adoção de atitudes empreendedoras, sendo trabalhado no formato de oficinas.

Para Samuel Almeida, “A velocidade que estamos imprimindo mostra a prioridade e importância que o governo está dando para que não apenas o corpo técnico mas os alunos sejam capacitados e motivados para realmente transformarmos a nossa sociedade”, comemorou.

Importante mencionar que a metodologia desperta as características que estão latentes nos participantes. É uma mudança de atitude que, após a conclusão da metodologia, poderão ser notadas as novas posturas comportamentais, incluindo a busca por informações e um novo pensar por parte dos alunos impactados. O Sebrae disponibiliza uma série de cursos EAD gratuitos para o prosseguimento da formação cidadã de cada um.

 

Fonte: Assessoria

Faça um comentário

Você pode gostar

Capital

Fundado oficialmente apenas em 1914, o bairro Triângulo é o mais antigo de Porto Velho, abrigava os trabalhadores da Estrada de Ferro Madeira Mamoré,...

Capital

Realizado nesta quarta – feira (07), um leilão na B3 (Bolsa de Valores de São Paulo), na qual foram leiloados 22 aeroportos em 12...

Capital

Profissionais de saúde que estão em atividade nas unidades médico-hospitalares públicas e privadas que atendem pacientes diagnosticados com a Covid-19 continuam sendo imunizados pela...

Rondônia

O avanço da covid-19 mantém Rondônia ainda em situação crítica para doença e a população precisa ficar atenta às restrições implementadas pelo Governo de...