Connect with us

Hi, what are you looking for?

Economia

Sebrae trabalha para aumentar participação dos pequenos negócios nas exportações

O Sebrae, com apoio de outras entidades e do governo federal, planeja aumentar em 30%, neste ano, o número de pequenos negócios exportadores e incrementar a participação das pequenas empresas na pauta das exportações brasileiras. Atualmente, das 25 mil empresas do país que exportam, uma a cada três (8,4 mil), são de pequeno porte. Apesar dessa participação significativa, as micro e pequenas empresas exportadoras são responsáveis por apenas 1% dos valores negociados.

Por meio de parcerias entre as unidades estaduais do Sebrae, a Confederação Nacional da Indústria (CNI) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), a expectativa é atender mais de 1,6 mil empresas. Já são 11 projetos em andamento e somente no Rio de Janeiro, São Paulo e Santa Catarina, cerca de mil empresas estão sendo acompanhadas pelo Sebrae.

“Quando vislumbramos o acesso a novos mercados, especialmente dos pequenos negócios, temos que levar em conta que precisamos trabalhar a cultura. Iniciativas como o evento digital que realizamos ano passado e faremos no segundo semestre, a Agrolab Amazônia, maior evento do Agronegócio da Amazônia Legal, totalmente digital, concorrem para esse novo mindset, uma vez que promovemos a conexão entre produtos e produtores com países interessados na geração de negócios no país. Ampliando a cultura da internacionalização, novos negócios também se abrem à frente do pequeno empreendedor e o Sebrae é o grande parceiro nessa jornada”, pontuou Samuel Almeida, diretor técnico do Sebrae em Rondônia.

Produtos como Sebraetec (serviços de consultorias em que o Sebrae subsidia 70% dos custos) podem ser grande aliados nessa busca pela internacionalização. Consultorias, estratégias de marketing, rotulagem, boas práticas, entre outros serviços que promovam inovação e tecnologia junto ao empreendimento podem ser grandes aliados na conquista de novos mercados. Além das consultorias do Sebrae para entender o que é necessário fazer para adaptação ao mercado internacional é possível unir esforços junto com o programa ALI (Agentes Locais de Inovação) e Apex-Brasil, levando à capacitação e adequação de produtos às demandas internacionais.

Saiba mais sobre as ações do Sebrae: acesse o site www.sebrae.ro ou ligue gratuitamente para 0800 570 0800. Você também pode acessar o Sebrae pelo WhatsApp, pelo mesmo número. Siga o Sebrae em Rondônia nas redes sociais: Instagram, Facebook, Twitter, LinkedIn e YouTube (@sebraero).

SEBRAE

Faça um comentário

Você pode gostar

Capital

Fundado oficialmente apenas em 1914, o bairro Triângulo é o mais antigo de Porto Velho, abrigava os trabalhadores da Estrada de Ferro Madeira Mamoré,...

Capital

Realizado nesta quarta – feira (07), um leilão na B3 (Bolsa de Valores de São Paulo), na qual foram leiloados 22 aeroportos em 12...

Capital

Profissionais de saúde que estão em atividade nas unidades médico-hospitalares públicas e privadas que atendem pacientes diagnosticados com a Covid-19 continuam sendo imunizados pela...

Brasil

Falta de matéria-prima importada ameaça fabricação de imunizantes contra a covid no país. IFA que chegaria esta semana para o Butantan só desembarca na...