Capital Destaques Educação

SEM AULAS – Alunos da escola João Bento da Costa e Duque de Caxias nem iniciaram o ano letivo

As aulas das escolas estaduais de todo o estado de Rondônia iniciaram o seu ano letivo no dia 06 de fevereiro. Bom, pelo menos era o que estava previsto para as escolas do Estado.

No mês de fevereiro, a Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Professor João Bento da Costa, localizada na zona sul da cidade, não iniciou as aulas na data prevista como as demais instituições de ensino.

As informações iniciais era que a instituição de ensino estava interditada por falta de adequações de segurança no prédio, entretanto a assessoria da Secretaria Estadual de Educação (Seduc), informou que a escola estava passando por uma readequação escolar, pois havia recebido uma grande demanda de alunos este ano, surgindo à necessidade de adiar as aulas para o dia 17 de fevereiro.

Informações dos pais de alunos da escola João Bento, disseram que após esta data, uma nova foi repassada, informando que as aulas iriam começar depois do carnaval, e até o presente momento, o ano letivo da escola não teve início.

Outra escola que também não iniciou o período escolar foi a Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Duque de Caxias, localizada no centro da capital.

Cobranças da Casa Legislativa

Foto: Divulgação

Nesta terça-feira (10), durante sessão ordinária realizada pela Assembleia Legislativa do Estado de Rondônia, o deputado estadual Anderson Pereira (PROS), cobrou o Governo do Estado e SEDUC, quanto as interdições das E.E.EF.M Professor João Bento da Costa e Duque de Caxias por falta de adequações na segurança e instalações de equipamentos contra incêndio.

Segundo o parlamentar, o Corpo de Bombeiros em ato de fiscalização encontrou deficiência na segurança das duas instituições e para preservar a integridade física de alunos e professores interditou ambos os prédios determinando as devidas adequações. Para o deputado Anderson, pesa que as fiscalizações foram realizadas ainda no mês de janeiro do corrente ano, as escolas notificadas na mesma época e aos dias de hoje não foi liberado recurso para as devidas estruturações, tendo as aulas suspensas, prejudicando o ano letivo de mais de 5 mil alunos somando as duas instituições de acordo com o senso escolar de 2019.

O deputado, em sessão, solicitou atitude urgente da SEDUC, para que a classe estudantil não tenha o ano letivo prejudicado e caso outras fiscalizações sejam realizadas, mais escolas podem ficar de portas fechadas sem aula.

De acordo com informações repassada para o deputado, o início das aulas da escola João Bento está prevista para o dia 9 de março (segunda-feira) e na Duque de Caxias dia 16 (segunda-feira).

Assessoria

Procurada, a assessoria de comunicação da Seduc, informou a situação da escola João Bento da Costa:

“A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) informa que a reforma da Escola Estadual João Bento da Costa está em fase de finalização e os estudantes retornarão às aulas na próxima segunda-feira (16)”.

A Seduc, também se posicionou sobre a escola Duque de Caxias:

“A Secretaria de Estado da Educação de Rondônia (Seduc) informa que a reforma da Escola Estadual Duque de Caxias está em andamento e os estudantes retornarão às aulas o quanto antes”.