Connect with us

Hi, what are you looking for?

Capital

Semusa esclarece divergências em números de óbitos divulgados na quarta – feira

Na manhã desta quarta – feira (11), em uma entravista à Rede Amazônica, Fernando Máximo, questionou o quantitativo de óbitos registrados na terça- feira (10) de Porto Velho. As mortes foram divulgadas pela Agevisa e o secretário chegou a aformar que os números de óbitos registrados não era verdadeiro. Ele disse que foram apenas três óbitos e que o Município teria acumulado as outras 16 e divulgado apenas ontem.

Entretanto, a Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) negou a informação.

A secretaria negou a informação repassada pelo secretário, afirmou que o Município não acumulou os números e reinterou que está com o total de óbitos rigorosamente atualizado.

A secretária municipal de saúde, Eliana Pasini, explicou que o município atualiza os casos de Coronavírus no Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM), sendo alimentado diariamente em até 12 horas após ter ocorrido o óbito de algum paciente. “Então, todos os dias nós repassamos essas informações. Temos informado hoje 1.182 óbitos que é referente às 12 horas de quarta-feira. Nós também utilizamos o sistema Sivep-Gripe e dependemos de informações que vêm das unidades de saúde públicas e privadas de Porto Velho. Há um atraso para eles informarem, por isso o que o estado informa é diferente do município porque o estado usa o Sivep-Gripe e o município o SIM”, disse.

No boletim diário de quarta-feira (10) enviado pela Semusa a nossa equipe de reportagem, consta 1.182 mortes na capital, sendo três nas últimas 24 horas de ontem.

Já no boletim diário enviado pela Agevisa na noite de ontem, Porto Velho teria registrado 1.112 mortes por Coronavírus, sendo 19 nas últimas 24 horas.

NOTA OFICIAL

A Prefeitura Municipal decidiu após a polêmica encaminhar uma nota oficial para os devidos esclarecimentos.

Leia na íntegra:

Sobre a contabilização dos óbitos por Covid-19 em Porto Velho, a Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), esclarece que:

O município de Porto Velho utiliza o Sistema de Informações de Mortalidade (SIM), do Ministério da Saúde, para notificar os óbitos ocorridos em sua jurisprudência. São atualizados pelo Departamento de Vigilância em Saúde (DVS), da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), em até 12 horas após as mortes informadas pelas unidades hospitalares.

Há outros dois sistemas disponibilizados pelo Ministério da Saúde para notificações de casos e óbitos relacionados a COVID-19, sendo o SIVEP_gripe e eSUS-VE. Neles, as unidades hospitalares informam os casos que evoluíram para cura ou óbito. Essas notificações devem ocorrer nas primeiras 24. Porém, não é o que está ocorrendo, apesar das constantes cobranças da Semusa.

O Estado de Rondônia atualiza seus boletins com informações de óbitos obtidas nos sistemas SIVEP_gripe e eSUS VE, enquanto o município utiliza o SIM. Por isso, podem ocorrer divergências nas informações divulgadas pelo Estado em relação ao Município.

É importante ressaltar que o município não tem notificações de novos casos ou óbitos em atraso, justamente por utilizar um Sistema que é atualizado constantemente. As notificações divulgadas pela Semusa/DVS nos boletins diários apresentam a situação real da Capital e são publicadas diariamente no Portal da Transparência da Prefeitura através do site dvs.portovelho.ro.gov.br.

Conforme esses dados, as informações que constavam no boletim dessa quarta-feira (10) estavam corretas, ao apontar 03 óbitos em Porto Velho.

*Informações iniciais do Rondoniagora e Semusa

Faça um comentário

Você pode gostar

Capital

Fundado oficialmente apenas em 1914, o bairro Triângulo é o mais antigo de Porto Velho, abrigava os trabalhadores da Estrada de Ferro Madeira Mamoré,...

Capital

Realizado nesta quarta – feira (07), um leilão na B3 (Bolsa de Valores de São Paulo), na qual foram leiloados 22 aeroportos em 12...

Capital

Profissionais de saúde que estão em atividade nas unidades médico-hospitalares públicas e privadas que atendem pacientes diagnosticados com a Covid-19 continuam sendo imunizados pela...

Rondônia

O avanço da covid-19 mantém Rondônia ainda em situação crítica para doença e a população precisa ficar atenta às restrições implementadas pelo Governo de...