politica

Senado aprova projeto que prioriza teste de covid-19 em profissionais de saúde

Jefferson Rudy/Agência Senado

O Plenário do Senado aprovou nesta terça-feira (12), por unanimidade, o projeto que prioriza a testagem de profissionais que atuam no combate à covid-19 e estão em contato direto com pessoas contaminadas, como trabalhadores de saúde e segurança pública e agentes funerários. A matéria foi relatada pela senadora Zenaide Maia (Pros-RN). Como foi alterada no Senado, ela terá de retornar à análise dos deputados.

A relatora incluiu outros profissionais no rol de categorias aprovado pela Câmara, como os fonoaudiólogos e profissionais envolvidos nos processos de reabilitação, os médicos-veterinários e os aeronautas, aeroviários e controladores de voos.

O projeto também determina que o poder público e os empregadores ou contratantes fornecerão aos profissionais, gratuitamente, equipamentos de proteção individual (EPIs). “É fato que a pandemia causada pelo novo coronavírus vem expondo a riscos significativos de contraíram a doença e evoluírem de forma letal os profissionais que atuam em contato com pessoas com covid-19, sobretudo médicos e enfermeiros”, escreveu a relatora.

Agora, os senadores irão analisar projeto de autoria do deputado Denis Bezerra (PSB-CE) que impede novas inscrições de consumidores em serviços de proteção ao crédito, como SPC e Serasa, enquanto vigente a calamidade pública decorrente da pandemia da covid-19. A relatora é a senadora Rose de Freitas (Podemos-ES). Em seguida, será analisado o projeto, relatado pelo senador Dário Berger (MDB-SC), que suspende por 60 dias os pagamentos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Assista:

Congresso em Foco