JogosPolítica e Cidadania

Senado fará audiência pública para debater a influência de jogos violentos em jovens

O pedido foi protocolado pelo senador Eduardo Girão (Podemos-CE), e aprovado pela Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa. O evento não tem data para acontecer, por enquanto. A informação é da Rádio Senado.

No dia, o vice-presidente Hamilton Mourão comentou sobre a tragédia e assinalou os jogos eletrônicos como influência do ato sórdido.

Senador Eduardo Girão (Podemos-CE)

“Muito triste, né? A gente tem que chegar à conclusão por que isso está acontecendo. Essas coisas não aconteciam no Brasil, né? Ocorriam em outros países. A nossa garotada é viciada em videogames violentos. É só isso que fazem. Eu tenho netos e vejo meus netos muitas vezes mergulhados nisso aí. A gente nunca gosta de falar “no meu tempo”, mas quando eu era criança, era adolescente, a gente jogava bola, soltava pipa, jogava bola de gude. Então é isso que a gente tem que estar preocupado. Lamento profundamente o que ocorreu.”

Todavia, na contramão do senso comum que é replicado por anos, no começo de março, a Universidade de Oxford, no Reino Unido, publicou um estudo que não demonstrou relação entre games violentos e comportamento agressivo em crianças e adolescentes. O relatório completo da pesquisa está disponível apenas em inglês no Royal Society Open Science.

Comentários

Etiquetas

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios