Mundo

Senadora democrata Amy Klobuchar lança pré-candidatura para 2020 nos EUA

A senadora Amy Klobuchar anunciou neste domingo sua pré-candidatura para as eleições presidenciais dos Estados Unidos em 2020, se somando assim a uma longa lista de legisladores democratas que já oficializaram sua intenção de tentar chegar à Casa Branca.

“Estou diante de vocês como a neta de um mineiro, como a filha de uma professora e um jornalista, como a primeira mulher eleita ao Senado dos EUA pelo estado de Minnesota, para anunciar minha candidatura à presidência dos Estados Unidos”, disse Klobuchar diante de uma multidão reunida em Minneapolis, capital de Minnesota.

“Estamos cansados: a nossa nação deve estar governada não pelo caos, mas pela oportunidade”, acrescentou a senadora.

A legisladora de 58 anos destacou em seu discurso suas raízes humildes e sua capacidade para chegar a acordos bipartidários, depois de vencer nas eleições legislativas de novembro por uma maioria considerável, apesar de o presidente americano, Donald Trump, quase ter vencido nesse estado nos pleitos presidenciais de 2016.

O anúncio de Klobuchar acontece em meio a uma polêmica gerada nos últimos dias por conta de informações que indicam que a senadora não trata bem os funcionários de sua equipe, segundo meios de comunicação locais.

Alguns ex-empregados de Klobuchar descreveram a senadora, em declarações ao site “HuffPost” sob condição de anonimato, como “habitualmente degradante e propensa a atos cruéis”, duas condições que “fazem com que seja difícil trabalhar com ela durante muito tempo”.

A equipe de campanha da agora pré-candidata presidencial contestou essa informação e garantiu que Klobuchar “ama” seus funcionários, lembrando que seu chefe de gabinete já trabalha com ela há cinco anos.

Ao anunciar sua candidatura, Klobuchar uniu-se a outros senadores do seu partido que já oficializaram sua intenção de concorrer, como Elizabeth Warren, Cory Booker e Kamala Harris, enquanto se espera que o progressista Bernie Sanders e o congressista estadual Beto O’Roukre tomem uma decisão a respeito nos próximos dias.

Um dos primeiros a oficializar sua pré-candidatura para os pleito presidenciais de 2020 foi o latino Julián Castro, que foi secretário de Habitação durante o governo do presidente Barack Obama (2009-2017).

Tulsi Gabbard, membro da Câmara dos Representantes, a autora Marianne Williamson, o legislador John Delaney e o empreendedor Andrew Yang também se apresentaram como pré-candidatos democratas à presidência.

De acordo com sua campanha, Klobuchar viajará no próximo dia 21 de fevereiro a Iowa, que é o primeiro estado a receber as eleições primárias de cada partido antes dos pleitos presidenciais de 2020.

EFE Washington

Comentários

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios