Capital Destaques

Número de servidores do João Paulo II que estão com coronavírus chega a 45; dois internados

Em uma coletiva de imprensa realizada nesta quarta-feira (22), o secretário de saúde, Fernando Máximo, informou as atualizações das ações de saúde pública do Estado. Segundo Máximo, aproximadamente 200 servidores do Pronto  Socorro João Paulo II realizaram os exames para COVID -19, sendo 45 testados positivos, 02 servidores internados (sem necessidade de UTI), 61 negativos, que já retornaram para suas respectivas funções, e 25 exames que serão realizados ainda nesta quarta. Ainda foi informado que o Lacen tem realizado uma média de 100 exames diários para pessoas com suspeita de coronavírus, e que esse número varia, conforme a demanda dos muncípios.

O Pronto Socorro João Paulo II, possui um número estimado de 1200 servidores, na qual estão sendo realizados levantamento de servidores da área da saúde que tiveram contato com os demais que testaram positivo.Fernando comenta que medidas estão sendo tomadas para que não haja novos contágios,  e para isso, foi montado uma estrutura na Unidade de Assistência Médica Intensiva (AME), com agendamento diário para realização de exames no local. A AME também conta com 35 leitos específicos para atender pacientes de COVID – 19, todos equipados e com equipe treinada.

Fernando Máximo também afirmou que nenhum paciente da Unidade do JP II se contaminou por coronavírus.

Questionado, o secretário falou que estão sendo instalados, a partir de hoje, cerca de 30 máquinas de central de ar na unidade do CEMETRON. Segundo Máximo, o local ficou 30 anos funcionando sem ar – condicionado, porém o local aos poucos vem recebendo melhorias.

Outra preocupação, segundo o secretário Fernando Máximo são os pacientes que necessitam de hemodiálise. Para estes pacientes, caso ocorra a necessidade de leitos de UTI, o Estado preparou leitos específicos. O secretário ainda comenta que foi notado em diversos países que pacientes de coronavírus, mesmo não havendo histórico, acabam adquirindo problemas renais, e por medidas de prevenção, o Governo já preparou leitos para estas eventuais necessidades.

Em relação aos kits rápidos, houve um atraso por conta da China que deveria ter enviados os kits nesta última terça – feira (21), porém uma nova data foi informada, estando previsto sair da China nesta quinta – feira (23) um lote de testes para coronavírus e deve chegar em São Paulo, nesta sexta  feira (24).

Em relação ao uso do Hidroxocloroquina, a Sesau informou que todos os pacientes estão tomando dependendo a particularidade de cada um, exceto os pacientes que não podem tomar devido reações ao remédio, e que o uso do medicamento está sendo feito conformes os protocolos estabelecidos pelos órgãos oficiais de saúde. A secretaria ainda comenta que há pacientes que tomaram e houve melhora, porém ainda é cedo para apresentação de resultados e que em breve uma equipe especialista na área ira apresentar dados e resultados da dosagem da Hidroxocloroquina.

Camila Lima, Orondoniense