Rondônia

Servidores são capacitados para mapear empreendimentos no cadastramento do Minha Casa Minha Vida

Foto: Antônio Lucas

O levantamento socioeconômico é uma ferramenta importante para auxiliar na elaboração e desenvolvimento de políticas públicas socioassistenciais. Por isso, a Secretaria de Estado da Assistência e do Desenvolvimento Social (Seas) está capacitando esta semana as equipes que vão realizar a sondagem nos empreendimentos da capital previstos para acontecer no mês de novembro. A ação conta ainda com a parceria da Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Rondônia (Emater) que vai auxiliar com a pesquisa.

Neste primeiro momento, as equipes vão iniciar a coleta de dados no Residencial Orgulho do Madeira por ser um dos mais populosos, constituído por quatro mil unidades e com uma população aproximada de 16 mil habitantes. Segundo a primeira–dama e secretária da Seas, Luana Rocha o objetivo da ação é mapear a realidade socioeconômica dos moradores, tendo em vista a situação de escolaridade, trabalho e renda, acesso a serviços públicos, estrutura das unidades habitacionais entre outros fatores.

“Esses dados são importantes para a elaboração de projetos e políticas públicas que vão ao encontro dessas famílias contribuindo com a qualidade de vida dos mesmos”, destacou a secretária.

O treinamento realizado esta semana abordou a organização e metodologia que serão aplicadas durante o mapeamento e a abordagem com as famílias, focando principalmente nas normas de proteção à Covid -19. Nesse sentido, a Seas está orientando as equipes sobre a importância do distanciamento social e o uso de máscara. A Secretaria vai disponibilizar kits contendo frascos de álcool em gel para reforçar a proteção.

SEAS