Connect with us

Hi, what are you looking for?

Brasil

STF julga nesta quinta-feira o direito à reaposentadoria

Nesta quinta-feira,o Supremo Tribunal Federal (STF) julgará recursos defendendo o direito de aposentados, que retornaram ao mercado de trabalho, à ‘desaposentação’ para, em seguida, reinvindicar na Justiça  a reaposentadoria em condições mais benéficas.

Até abril de 1994, com o advento da Lei 8.870/94, os aposentados que continuassem contribuindo para a Previdência Social depois de sua aposentadoria tinham direito de receber a devolução dessas contribuições quando parasse de trabalhar, através do beneficio chamado pecúlio.

Em maio de 2019, para se alinhar ao Supremo Tribunal Federal (STF) – que proibiu a desaposentadoria em 2016 -, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) alterou seu entendimento e sentenciou que não é possível ao segurado do INSS, já aposentado, adquirir novo benefício em decorrência das contribuições recolhidas após a concessão da aposentadoria.

A prevalecer esse entendimento, esgotados todos os recursos no STF,  os aposentados que retornarem ao mercado de trabalho não terão mais o direito de ‘reajustar’  os valores de suas a aposentadorias tendo em vista a contribuição previdenciária  para mais realizada por cota extra de trabalho.

ExtraTambém está em discussão no Supremo o ressarcimento de valores extras obtidos por aposentados que conseguiram a ‘reaposentação’ por meioi de decisões judiciais.

O número de aposentados beneficiados com esse direito não foi informado  por motivo de ”estratégia processual”. A Advocacia-Geral da União (AGU) defende a cobrança dos valores pagos com a reaposentadoria.

Fonte: Estadodeminas.com

Faça um comentário

Você pode gostar

Capital

Fundado oficialmente apenas em 1914, o bairro Triângulo é o mais antigo de Porto Velho, abrigava os trabalhadores da Estrada de Ferro Madeira Mamoré,...

Capital

Realizado nesta quarta – feira (07), um leilão na B3 (Bolsa de Valores de São Paulo), na qual foram leiloados 22 aeroportos em 12...

Capital

Profissionais de saúde que estão em atividade nas unidades médico-hospitalares públicas e privadas que atendem pacientes diagnosticados com a Covid-19 continuam sendo imunizados pela...

Rondônia

O avanço da covid-19 mantém Rondônia ainda em situação crítica para doença e a população precisa ficar atenta às restrições implementadas pelo Governo de...