Brasil Justiça

Toffoli estende home office para servidores do STF até janeiro de 2021

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, assinou na última quarta-feira (29) uma resolução expandindo o trabalho remoto de servidores da Corte por mais nove meses, até 31 de janeiro de 2021. A medida visa reforçar o isolamento social, principal mecanismo para conter a disseminação do coronavírus.

Leia na íntegra a Resolução

Toffoli destacou a eficácia das resoluções anteriores no combate ao coronavírus. “Até a presenta data não houve registro de casos confirmados da Covid-19 entre servidores do tribunal”, afirmou.

Para a eficiência do trabalho remoto, a resolução destaca alinhamento estratégico; planejamento; comunicação constante; e a necessidade de integração com o trabalho presencial. Recomenda-se aos servidores uma rotina estruturada de trabalho, que inclua um mínimo de três reuniões por semana, em dias distintos e com duração estimada de 15 a 30 minutos, preferencialmente por videoconferência.

Os gabinetes dos 11 ministros ficam liberados para adotar outros formatos de gestão de suas atividades. As sessões do Plenário têm sido realizadas virtualmente.

Congresso em Foco