Capital Destaques

Trabalhadores do transporte coletivo começam a receber salário e a greve pode ser encerrada

Transporte coletivo de Porto Velho. — Foto: Pedro Bentes/G1/Arquivo

Segue o terceiro dia da greve dos motoristas e cobradores do transporte coletivo de Porto Velho. A paralisação teve início na segunda – feira (20) em razão do atraso de salários dos meses de abril, maio e junho.

De acordo com informações do presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de Transporte Urbano de Passageiros do Estado de Rondônia (Sintetuperon), Francinei Oliveira, o pagamento do mês de abril de alguns trabalhadores começou a cair na conta. Entretanto, a categoria decidiu que enquanto o pagamento do mês de abril não for devidamente depositado nas contas de todos os funcionários, a greve continua. Não foi informado a posição dos trabalhadores em relação aos demais meses de salário atrasados.

Francinei informou ainda que o sindicato não participa da greve, mas apoia o movimento.

Atualmente, o transporte coletivo de Porto Velho conta com 180 trabalhadores entre motoristas, cobradores, mecânicos e fiscais.