Connect with us

Hi, what are you looking for?

Destaques

TSE divulga nota rebatendo suspeita sobre lisura do processo de apuração sem citar Bolsonaro

Ao participar de um evento na Flórida, Estados Unidos, na segunda-feira 9, o presidente Jair Bolsonaro desacreditou o TSE e disse ter provas de que foi eleito no primeiro turno nas eleições de 2018.

“Eu acredito que, pelas provas que tenho nas  minhas mãos e que vou mostrar brevemente, eu fui eleito em primeiro turno, mas no meu entender houve fraude”, declarou.

Por conta dessa declaração, foi jogada uma polêmica sobre o sistema eleitoral brasileiro, considerado um dos mais confiáveis do mundo. A respeito do que falou Bolsonaro, a presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministra Rosa Weber, reagiu nesta terça-feira, 10.

“O sistema brasileiro de votação e apuração é reconhecido internacionalmente por sua eficiência e confiabilidade. Embora possa ser aperfeiçoado sempre, cabe ao Tribunal zelar por sua credibilidade, que até hoje não foi abalada por nenhuma impugnação consistente, baseada em evidências”, afirmou a presidente da Corte Eleitoral.

Na tarde de hoje, o Tribunal Superior Eleitoral divulgou uma nota de esclarecimento sem citar a origem da fonte, no caso a declaração do presidente Jair Bolsonaro, mas citou como uma notícia replicada em diversas mídias e plataformas digitais.

E reforçou que o sistema brasileiro de votação e apuração é “reconhecido internacionalmente por sua eficiência e confiabilidade”

Confira a nota na íntegra:

Ante a recente notícia, replicada em diversas mídias e plataformas digitais, quanto a suspeitas sobre a lisura das Eleições 2018, em particular o resultado da votação no 1º turno, o Tribunal Superior Eleitoral reafirma a absoluta confiabilidade e segurança do sistema eletrônico de votação e, sobretudo, a sua auditabilidade, a permitir a apuração de eventuais denúncias e suspeitas, sem que jamais tenha sido comprovado um caso de fraude, ao longo de mais de 20 anos de sua utilização.

Naturalmente, existindo qualquer elemento de prova que sugira algo irregular, o TSE agirá com presteza e transparência para investigar o fato. Mas cabe reiterar: o sistema brasileiro de votação e apuração é reconhecido internacionalmente por sua eficiência e confiabilidade. Embora possa ser aperfeiçoado sempre, cabe ao Tribunal zelar por sua credibilidade, que até hoje não foi abalada por nenhuma impugnação consistente, baseada em evidências.

Eleições sem fraudes foram uma conquista da democracia no Brasil, e o TSE garantirá que continue a ser assim.

Seção de Comunicação Social do TRE-RO

Com informações do TSE

 

O Rondoniense (Marcos Souza)

Faça um comentário

Você pode gostar

Capital

Fundado oficialmente apenas em 1914, o bairro Triângulo é o mais antigo de Porto Velho, abrigava os trabalhadores da Estrada de Ferro Madeira Mamoré,...

Capital

Realizado nesta quarta – feira (07), um leilão na B3 (Bolsa de Valores de São Paulo), na qual foram leiloados 22 aeroportos em 12...

Capital

Profissionais de saúde que estão em atividade nas unidades médico-hospitalares públicas e privadas que atendem pacientes diagnosticados com a Covid-19 continuam sendo imunizados pela...

Brasil

    Na minha contínua necessidade de “ler o mundo”, um dos caminhos é a leitura de jornais. Essa “troca de ideias” com pessoas...