Connect with us

Hi, what are you looking for?

Rondônia

UM CENTENÁRIO APOSENTADO: JORNAL O ALTO MADEIRA – Por Rita Vieira

O Alto Madeira não foi o primeiro jornal a circular no espaço que hoje chamamos de Porto Velho, mas, sem dúvidas, foi o mais duradouro jornal impresso que andou por essas paradas do poente. O primeiro folheto impresso foi o jornal Humaythaense, antes de mesmo do século XX, ele era o principal informativo impresso de Santo Antônio do rio madeira-MT até Humaitá-AM.

Durante a construção da Estrada de Ferro Madeira Mamoré, em Porto Velho circula o jornal oficial da empreitada, chamado de “The Porto Velho Times”, em inglês, mesma língua falada pelas altas patentes da EFMM.

Uma das primeiras edições do jornal O Alto Madeira (16/08/1917)

O Jornal O Alto Madeira foi fundado pelo 1º superintendente/prefeito eleito de Porto Velho, o “Dr.” Joaquim Tanajura, em 15 de abril de 1917, seu primeiro proprietário foi o empresário do ramo da comunicação Ignácio de Castro, o folhetim teve sua primeira sede na rua José Bonifácio, situado à ladeira do Comendador Centeno Mazieiro.

Posteriormente o jornal se mudou a Avenida 7 de setembro, esquina com a rua Prudente de Morais, na década de 40 do século XX, sua terceira sede foi na rua Barão do Rio Branco, em frente à Praça Jonathas Pedroza. Na década de 70 o jornal foi comprado e passou a ser dirigido pela família Tourinho, ele passou a estar em posse dos irmãos Euro, Luiz e Neusa Tourinho, sendo o Euro, já jornalista do jornal desde 1950, o presidente do informativo.

Uma das primeiras sedes do jornal O Alto Madeira

Em 1980 o jornal foi transferido para um terreno da família que o adquiriu na década anterior, situado à Avenida dos Imigrantes com Avenida Jorge Teixeira onde funcionou até o fim de suas atividades de impressão na data de 01 de outro de 1917, ano do seu centenário.

Seu Euro Tourinho, à época, disse que o principal motivo para a desativação do jornal era a concorrência desleal do avanço de tabloides e informativos via internet. Grandes nomes do jornalismo Portovelhense fizeram parte do jornal O Alto Madeira, como Ciro Pinheiro e Lúcio Albuquerque, que foram braços direitos do presidente do jornal.

Em 2017 além das comemorações feitas pelo próprio jornal para centenário, a Assembleia Legislativa de Rondônia, concedeu honrarias ao jornal e a seus proprietários, dirigentes, jornalistas e integrantes em geral. Mas, mais importante do que ser centenário é lembramos que O Alto Madeira relatou fatos importantíssimos de nossa História, eventos como a Caçambada Cutuba, a Criação do Território Federal do Guaporé, de Rondônia e do Estado de Rondônia, as festas culturais, os eventos sociais, denúncias, disputas políticas que construíram a História de Porto Velho e Rondônia.

Homenagem da Assembleia Legislativa em 2017 pelos 100 anos de serviços prestados à sociedade rondoniense

Ao todo O Alto Madeira teve 28.347 edições impressas, de agosto de 1917 até outubro de 2017. A maioria dos exemplares tem uma cópia no acervo do Centro de Documentação do Estado de Rondônia, que funciona dentro do Museu da Memória Rondoniense – MERO e também, no acervo da Biblioteca Municipal Francisco Meireles, disponíveis para consultas e pesquisas, tendo já sido fontes de diversos estudos e pesquisas de historiadores, jornalistas e simpatizantes.

 

Rita Vieira

Formada em História pela Universidade Federal de Rondônia (Unir), professora de História na Escola João Bento da Costa e Medquim Vestibulares, especialista em Segurança Pública e Direitos Humanos, além de estudiosa e pesquisadora da História Regional.

Contato: ritaclaravieira@gmail.com

Faça um comentário

Você pode gostar

Brasil

Em 09 de julho de 2020 o senador Randolfe fez uma live com seus heróis médicos, que salvaram muitas vidas no Amapá usando um...

Brasil

    Na minha contínua necessidade de “ler o mundo”, um dos caminhos é a leitura de jornais. Essa “troca de ideias” com pessoas...

Contraponto

[Tendo em vista (i) o impacto dos acontecimentos recentes na França e (ii) a profundidade da análise feita por Theodore Dalrymple, peço licença a...

Mundo

Atualmente, é comum que navegadores de internet como o Google Chrome ou o Safari já venham de fábrica instalados diretamente nos sistemas operacionais. Porém,...