Mundo

Vacina produzida na Rússia tem 92% de eficácia, indica relatório preliminar

A vacina Sputnik V, a primeira contra o novo coronavírus registrada na Rússia, alcançou eficácia em 92% dos casos, indica relatório divulgado nesta quarta-feira pelo Centro Gamaleya e pelo Fundo de Investimentos Diretos da Rússia.

“As primeiras análises dos dados provisórios da vacina, durante a terceira fase de testes, demonstraram eficácia de 92”, aponta o texto assinado conjuntamente.

Por EFE