Connect with us

Olá, tudo bem? O que você está pesquisando?

Capital

Valorização profissional contribui para uma educação de qualidade

A Educação tem o poder de transformar vidas, e o instrumento principal para esse processo é o professor, profissional que dedica horas de sua vida a ensinar, bem mais do que letras e números, como construir um futuro melhor por meio da aprendizagem.

Mais do que alfabetizar os alunos, a escola tem o papel social de construir e preparar cidadãos. Em Porto Velho, são 141 unidades escolares da rede municipal, destas, 57 na zona rural.

O desafio de desenvolver uma educação de qualidade e equidade, tanto na zona urbana quanto na rural, é encarado a cada dia pelos profissionais que atenderam ao chamado da vocação de ser professor.

“O professor tem um importante papel nesse processo de ensino. Precisamos pensar juntos na forma de fazer a educação, trazendo a equidade, pensando numa educação urbana, no campo e para o próprio ambiente rural. Essa forma de desenhar esse atendimento é muito diferenciada, pois fazemos um trabalho democrático ouvindo os seus principais atores”, afirma a secretária municipal de Educação (Semed), Gláucia Lopes Negreiros.

Prefeito Hildon Chaves determinou o investimento em recursos humanos

Prefeito Hildon Chaves determinou o investimento em recursos humanos

Além dos profissionais que atuam na cidade, a secretária Gláucia faz questão de ressaltar a importância dos profissionais em educação que atuam diariamente e de forma árdua para que a educação funcione com resultados positivos tanto na região do Baixo Madeira, como no eixo da BR até a região da Ponta do Abunã.

CONTRATAÇÕES

Para o atendimento às demandas cada vez mais emergentes, houve a necessidade de contratação de novos profissionais. Para tal, o prefeito Hildon Chaves, preocupado com essa realidade, determinou o investimento em recursos humanos mediante concurso público em 2019.

“Isso aconteceu após dez anos sem publicação de edital voltado à Educação, onde todos trabalhavam nesta rede crescente e com o mesmo grupo profissional. Isso mudou, e hoje temos, de 2019 para cá, cerca de 600 novos profissionais empossados”, explica a titular da Semed.

PISO SALARIAL

Gláucia Negreiros, secretária da Semed

Gláucia Negreiros, secretária da Semed

O piso nacional dos professores da educação básica foi atualizado em 11,36%, com a promulgação da Lei nº 11.738, de 16 de julho de 2008. Porém, no âmbito da Prefeitura de Porto Velho, ele não havia sido instituído dentro dos vencimentos destes profissionais. A realidade mudou na atual gestão, proporcionando um maior ganho salarial, valorização e reconhecimento da categoria.

ATENDIMENTO

Para atender 44.278 mil alunos da rede municipal, a Semed tem em seu quadro de pessoal 5.400 trabalhadores de Educação, sendo 3.300 professores.

 

Assessoria

Faça um comentário

Você pode gostar

Brasil

    Na minha contínua necessidade de “ler o mundo”, um dos caminhos é a leitura de jornais. Essa “troca de ideias” com pessoas...

Brasil

Em 09 de julho de 2020 o senador Randolfe fez uma live com seus heróis médicos, que salvaram muitas vidas no Amapá usando um...

Contraponto

[Tendo em vista (i) o impacto dos acontecimentos recentes na França e (ii) a profundidade da análise feita por Theodore Dalrymple, peço licença a...

Destaques

Em 13 de setembro de 1943, foi criado o Território Federal do Guaporé, pelo então presidente do Brasil, Getúlio Vargas. A política do Estado...