Connect with us

Hi, what are you looking for?

Mundo

Vermífugo e remédio para asma conseguem matar coronavírus em laboratório

Divulgação

Resultados ainda são preliminares e não foram feitos testes em humanos, dizem cientistas

Pesquisadores da Coreia do Sul identificaram mais dois remédios que demonstraram sinais promissores contra o novo coronavírus em testes laboratoriais. As duas drogas se mostraram capazes de vencer o causador da COVID-19 em testes feitas com células em laboratórios.

As duas drogas já foram aprovadas nos Estados Unidos para tratamento de outras doenças, o que deve facilitar o uso contra a COVID-19. Porém, os resultados, ressaltam os cientistas, ainda são preliminares e não foram feitos testes em humanos.

A pesquisa foi publicada na Antimicrobial Agents and Chemotherapy, revista especializada da Sociedade Americana de Microbiologia.

Para o estudo, os pesquisadores testaram 46 medicamentos (todos já usados para tratar outras doenças) em células Vero, uma linhagem desenvolvida a partir de células renais do macaco-verde-africano. Essas células são comumente usadas no cultivo de vírus para a produção de vacinas.

Vermífugo

Um dos medicamentos é o vermífugo niclosamida, usado para o tratamento de teníase. “Não surpreende que seu efeito antiviral de amplo espectro tenha sido bem documentado na literatura, incluindo propriedades antivirais contra SARS (Síndrome respiratória aguda grave) e MERS-CoV (síndrome respiratória do Oriente Médio)”, afrimam os autores em um comunicado à imprensa.
Apesar dos resultados positivos, os autores destacaram que uma desvantagem da niclosamida é sua baixa absorção pelo organismo.
O outro medicamento é o antiviral ciclesonida, um corticosteróide inalado e usado no tratamento da asma e da rinite alérgica. “Com sua comprovada atividade anti-inflamatória, a ciclesonida pode representar uma droga potente que pode manifestar [os] papéis duplos [de antiviral e anti-inflamatório] no controle da infecção por SARS-CoV-2”, concluem os pesquisadores.

Outros medicamentos 

Pesquisadores norte-americanos e de Hong Kong já conseguiram indentificar cerca de 30 medicamentos que mostram eficácia contra a COVID-19. Todos eles são candidatos a medicamentos para tratamento do novo coronavírus. Três atualmente estão em ensaios clínicos para a Covid-19.
Um deles é o Remdesivir, que foi aprovado pelos Estados Unidos para ser usado em pacientes em estado grave da COVID-19.
Correio Braziliense

Faça um comentário

Você pode gostar

Brasil

Em 09 de julho de 2020 o senador Randolfe fez uma live com seus heróis médicos, que salvaram muitas vidas no Amapá usando um...

Brasil

    Na minha contínua necessidade de “ler o mundo”, um dos caminhos é a leitura de jornais. Essa “troca de ideias” com pessoas...

Contraponto

[Tendo em vista (i) o impacto dos acontecimentos recentes na França e (ii) a profundidade da análise feita por Theodore Dalrymple, peço licença a...

Mundo

Atualmente, é comum que navegadores de internet como o Google Chrome ou o Safari já venham de fábrica instalados diretamente nos sistemas operacionais. Porém,...