Destaques Interior Rondônia Saúde

VILHENA – Criança é internada com meningite; há outros dois casos suspeitos

Neste sábado, 15, a direção do Hospital Regional de Vilhena (HRV) informou um caso confirmado e outro dois suspeitos de meningite em crianças do município.

A criança que não teve seu nome revelado é aluno indígena da zona rual da cidade.  Ele é morador de uma aldeia que fica a 23 km da área urbana da cidade. Na tribo desta criança há outro caso suspeito, que ainda está sendo avaliado pelo Hospital.

Há outro caso suspeito, este na área urbana da cidade. Este é de um aluno da rede particular de ensino.

O exame final para meningite, dos dois casos suspeitos, devem ficar pronto ainda nesta na segunda-feira (17).

Segundo o hospital de Vilhena, todas as pessoas que entraram em contato ou estiveram próximas das três crianças receberam medicação preventiva. Essa medicação impede que a pessoa infectada transmita ou desenvolva a doença.

O que é a meningite?

A meningite é um processo inflamatório das meninges, membranas que envolvem o cérebro e a medula espinhal. Essa inflamação pode ser causada por micro-organismos (vírus e bactérias), alergias a medicamentos e outros agentes.

A meningite é considerada uma doença é endêmica e casos são registrados ao longo de todo o ano. Os casos mais preocupantes são os de meningite bacteriana por costumarem ser mais graves. Segundo informações do Ministério da Saúde, a meningite pode atingir todas as faixas etárias, mas o maior risco é para crianças menores de cinco anos, em especial as menores de um.

Entre os principais os sintomas da doença estão febre alta, mal estar, náuseas, vômitos, rigidez do pescoço, fotofobia, dor de cabeça e confusão mental. Em casos graves, o tratamento é feito com antibiótico durante 7 dias. Depois de 24 horas, o paciente não transmite mais a doença e pode sair do isolamento.

Foto: G1

*Com informações da Assessoria da Prefeitura de Vilhena